domingo, novembro 16, 2008

Rosinha diz que vai criar cinco coordenadorias e eliminar gerências e secretarias

Acabar com a sobreposição de funções entre secretarias e gerências, criar cinco coordenadorias e um escritório de representação do município no Rio. Estas são algumas das medidas anunciadas pela prefeita eleita Rosinha Garotinho, em entrevista a João Ventura no Monitor Campista de hoje.

Segundo Rosinha, serão criadas as coordenadorias de Infra-Estrutura, de Desenvolvimento Humano, de Desenvolvimento Econômico, a Institucional e a de Planejamento e Gestão. Subordinadas a elas funcionarão as secretarias e empresas municipais.

A prefeita eleita explicou que se reunirá com os coordenadores semanalmente, e mensalmente com os secretários e presidentes de empresas públicas.

De acordo com Rosinha, é preciso definir claramente o que cada secretaria e empresa municipal ou fundação deve fazer. No atual governo, todo mundo cuida de tudo, avalia.

"A Fundação Trianon vai cuidar do Trianon, e há muitas coisas para serem cuidadas ali. A Fundação Oswaldo Lima vai cuidar dos shows e de outras partes culturais da cidade. Há a Secretaria de Educação e Cultura, que eu estou desmembrando e criando a Secretaria de Cultura, mas estou acabando com duas outras Secretarias. Eu acabo com a Secretaria de Transportes, pois há a Emut. Uma empresa é muito mais ágil para trabalhar. E acabo com a Secretaria de Limpeza Pública porque hoje o lixo é terceirizado, o que tem ali na Limpeza Pública que é o disque-entulho e essas coisas podem virar um departamento da Secretaria de Obras. Então estou enxugando a máquina administrativa", adiantou Rosinha.

Escritório no Rio

Sobre a idéia de criar um escritório de representação na capital do estado, Rosinha afirma que não quer "ficar ilhada em Campos, nós temos contatos no Rio de Janeiro, onde muita coisa se decide. Nós temos contato com muitos secretários de Estado, com empresas".

A estrutura pensada para o escritório contará com "no máximo, quatro pessoas"."Vou ter um responsável, duas pessoas para atender o telefone e mais uma pessoa lá para ajudar".

"Estou enxugando aquele monte de gerências que tem na Prefeitura e essas Secretarias que estou terminando com elas. Vou ainda redirecionar os trabalhos. Secretaria de Obras tem que trabalhar em parceria com a Emut, pois ela tem recursos para sinalização e outras coisas do trânsito, mas tem que saber onde começa a responsabilidade de uma e começa a de outra", disse Rosinha.

A íntegra da entrevista está disponível aqui para assinantes do Monitor Campista e cadastrados no site.

2 comentários:

Anônimo disse...

Uma coisa é certa, falar ela sabe. Agora resta esperar que ela faça né...

Eliane Queiroz disse...

Esse anonimo acima, deve ser um 12 amargurado!!
Caro amigo, espera mesmo, pq o resultado vai ser muito alem do que vc esta esperando e com certeza na proxima campanha para prefeito de Campos, vc vai ser 15!

users online