quinta-feira, novembro 20, 2008

Morre o poeta Antônio Roberto

Foto: Wellington Cordeiro/Monitor Campista

Morreu há pouco, na clínica Pronto Cardio, em Campos, o poeta Antônio Roberto Fernandes (foto), 63 anos, que estava internado há cerca de um mês na UTI. Fernandes foi vítima de diverticulite. O corpo será velado no Palácio da Cultura.

Antônio Roberto atuou em várias funções públicas, sempre ligadas à cultura. Sua mais recente atribuição era a de diretor do departamento de Literatura da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, onde coordenava o projeto Café Literário, por ele idealizado.

Em sua cidade natal, São Fidélis, foi diretor da biblioteca municipal, cargo que também ocupou em Campos, para onde se mudou após passar no vestibular para o curso de Medicina.

Mais poeta do que médico, sua devoção profissional sempre esteve mais ligada à alma do que ao corpo, e por isso deu prioridade absoluta à literatura em sua vida.

Foi também membro da Academia Campista de Letras, do Instituto Campista de Literatura e da Academia Pedralva Letras e Artes. Editou vários livros, sendo mais conhecidos “Os pratos da vovó”, “Poesia, doce poesia” e "Substantivo abstrato".

Além da literatura, ele teve passagem pelo cinema. Pertencente a uma geração que buscou, nas décadas de 70 e 80, desenvolver uma produção de audiovisual em Campos, o poeta dirigiu e atuou como protagonista de "Barro Branco", um filme lírico que trata da angústia de um pai do interior, sem recursos, que precisa entregar sua filha para um padrinho criar.

8 comentários:

Anônimo disse...

Descanse em paz, Antônio Roberto. Seu nome garantiu a inovação da poesia que transmitia mais os segredos da alma do que a aridez do impensado, do grotesco.
Descanse em paz. O poeta nos Céus primeiro passeia para conhecer a área, depois " senta" e vê o mundo entre nuvens de algodão doce.

Walnize disse...

Amigo Vitor,
Graças a presteza dos blogs (em especial o seu em que tive triste notícia)a informação chega até nós.Especialmente para quem está em outra cidade como eu.
Abraços,
Walnize Carvalho

Vitor Menezes disse...

Bacana, Walnize. Grande abraço!

Vitor Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
users online