domingo, fevereiro 24, 2008

Proposta para a Rede Blog

As duas edições do Dia do Abandono serviram como um bom teste. Deu para perceber a vontade de muitos blogueiros em fazer algo mais do que manter uma trincheira solitária na internet. O aumento no número de visitas aos blogs e no número de comentários nos posts também revelou um leitor (e potencial ou assumido blogueiro) ávido por interação, cansado dos formatos tradicionais de mídia.

Fiquei encafifando aqui nos últimos dias sobre o que sugerir aos colegas blogueiros para que não perdêssemos esse espírito de aglutinação, sem cair em modelos antigos de organização e superando a própria pauta do “abandono” que nos deu origem.

Sugiro, então, para avaliação dos demais blogueiros e dos leitores, o seguinte:

1 – Que dediquemos o dia 21 de cada mês para que entremos numa rede temática, que estou chamando de Rede Blog.

2 – Que este tema tenha relação com Campos (não necessariamente em tom de “denúncia”).

3 – Que a rede seja descentralizada e tolerante com as diferentes correntes de pensamento que possam aderir ou se manifestar. Aceitaríamos absolutamente a entrada de qualquer blog, sem burocracia, sem formulário e sem estatuto, bastando uma manifestação pública, em post (preferencialmente, para garantir a autenticidade) ou em comentário, em favor da adesão.

4 – Que seja adotada uma dinâmica democrática de escolha dos temas. Um modelo possível é o de que inicialmente coloquemos por ordem alfabética os nomes de todos os blogs que participaram da primeira e da segunda edições do Dia do Abandono. Em seguida, a lista passará a ser preenchida pela ordem de adesão dos novos participantes. Fixaríamos então um prazo para que os cinco primeiros da lista sugerissem, cada um, um tema para colocar em votação em enquête no urgente!. O tema vencedor seria o adotado por todos os blogs no dia 21. No mês seguinte, os cinco posteriores fariam o mesmo, e assim sucessivamente, num revezamento de indicações de temas.

Um exemplo de calendário:

22 a 30/31 – Cinco blogs enviam temas para compor a enquête.
1º a 15 – Enquête fica no ar
16 – Divulga-se o tema vencedor e blogs começam a preparar seus conteúdos para postar no dia 21.

Tudo isso, claro, sem nenhum resquício de obrigatoriedade. Se o blogueiro não quiser tratar do tema escolhido, ou até mesmo manifestar sua oposição a ele, terá total liberdade.

Uma sugestão é a de que os temas tenham títulos sucintos para a enquête e que o seu detalhamento seja feito, se o autor julgar necessário, no blog de quem o indicou.

Exemplo de enquête:

Na sua opinião, a Rede Blog deve se formar em 21 de março para falar sobre:

1 – A obra de José Candido de Carvalho (Blog A)

2 – A saúde pública em Campos (Blog B)

3 – A programação cultural no município (Blog C)

4 – O que fazer com o Canal Campos-Macaé (Blog D)

5 – A carreira do jogador Didi (Blog E)


E então, os senhores e senhoras consideram este modelo viável? Têm sugestões a fazer? Estariam dispostos a formar a Rede Blog? Vamos discutir o assunto?

28 comentários:

Xacal disse...

Don Vito Corleone...

Bom, a democracia está implícita...
Creio que chegou a hora de uma agenda propositiva, se é que entendi seu post...na minha opinião a diversidade de temas serve para "arejar"...mas não percamos de vista nosso objetivo principal...aquele que nos originou...denunciar e propor alternativas para Campos dos G.
Isso pode ser feito até com os temas que não sejam diretamente relacionados a política ou gestão...mas acho que não dá prá distanciar muito do alvo...ainda mais agora que o ALLKAYDE e seus asseclas acusaram o golpe...

Lembre-se:muito diversidade dilui o propósito...

Xacal

Sagaz disse...

Até agora o dia do abandono mostrou o abandono mais estrutural de Campos. Talvez essa idéia de variar os temas seja bom pra mostrar outros tipos de abandono, como a cultura e educação.

O abandono que também precisa ser mostrado é o feito por cidadãos comuns que bem que podiam fazer alguma coisa pra melhorar essa cidade mas preferem ficar de braços cruzados e reclamar a vida toda (menos nas eleições, nesse período a cidade parece ser uma maravilha pra quem recebe...)

Victor Palabrasti disse...

Não só é uma idéia viável, como não consigo identificar nada que a oponha verdadeiramente.

Meu apoio irrestrito!

Xacal disse...

Caro Don Vito Corleone...

Quanto ao nome da Rede, sem polêmicas, prefiro Rede Virtual de Resistência...parece meio clichê, concordo, mas deixa claro nosso propósito...

Outro aspecto é não "burocratizar" demais...esse é um ajuste fino que devemos perseguir...

Quanto as enquetes, apenas um reparo...sendo a rede um espaço livre, nada impede que os kalyfas do aalkayde entupam nossas listas com votos para assuntos que lhes favoreçam, ou sejam inóquos...

Repito...sem polêmicas, ou divisões, nosso objetivo é criar um espaço legítimo de críticas e propostas para nossa cidade...

Xacal

Blog Vitor Longo disse...

Amigo Vitor, "Comandante - em Chefe", tamos juntos.
A proposta é bastante louvável e viável.
Concordo com o Sagaz. Devemos focar, também, a educação, o esporte, o ser-humano.
Tô dentro.
Um forte abraço a todos.

Rodrigo Rosselini disse...

Interessantíssimo!!
Mas fico pensando, Vítor, numa maneira de embaralhar essa lista dos blogs de modo a variar sempre os cinco primeiros da lista... sorteio? Não sei...

Sagaz disse...

Bem que o próximo podia ser do dia 21 até o dia 28...

Xacal disse...

Caro Don Vito...

Qual seria o critério para escolha dos temas...toda escolha é um arbítrio...penso que a liberdade de proposições de temas deve ser mantida...
Como já dissemos, a tentativa de sitematização "burocratiza" demais, e amarra nossa principal "arma": a criatividade...

Por enquanto a TRolHa segue seu caminho independente...Mas, no entanto, continua a repercutir os temas da Rede de Resistência, democraticamente...

Um abraço a todos...

Xacal

Xacal disse...

perdão:(...)sistematização(...)

Fátima disse...

Vítor, aplausos mais uma vez pela iniciativa e pode contar com minha modesta participação/colaboração. Meu abraço.

LUIZ FELIPE MUNIZ disse...

Olá pessoal,
creio que a iniciativa do Vitor é muito oportuna e viável.

A cidade se encontra num momento muito pobre em matéria de organizações civís e cidadania - boa parte está cooptada e outras diluiram-se com o tempo -, assim, vejo que a "Rede Virtual de Resistência" pode representar uma nova proposta, uma nova visão, vejam bem, pode!!(?)

Concordo com o Xacal quando chama nossa atenção para uma possível perda de foco...pode acontecer também.

Desta forma, eu sugiro, inicialmente, uma eleição de apenas 3 temas fundamentais para que pudéssemos tentar priorizar neste ano eleitoral que já avança veloz. Tipo: SAÚDE, EDUCAÇÃO, PLANEJAMENTO, MEIO AMBIENTE, TRÂNSITO, ORÇAMENTO PARTICIPATIVO, PLANO DIRETOR, ETC

Vejam bem, em cada um dos temas escolhido cabe um leque de abordagens e críticas, bastaria uma análise sistêmica para perceber a forte interligação entre eles. Mas eu acredito que, neste momento de ABANDONO GERAL E DESÂNIMO COLETIVO, nós deveríamos tentar prosseguir de uma tal forma que atraíssemos cada vez mais participantes, cada vez mais servindo de chamamento para a jovem e velha cidadania. Se conseguíssemos isso já seria uma grande conquista!

Contem comigo!

Roberto Moraes disse...

Caro Vitor e colegas da Rede de Blogs,

Ótima sugestão. Na verdade, tenho menos opinião sobre o que pode ou deve ser feito e até onde pode chegar esta que considero uma grande e boa inovação. Na verdade, a minha entrada no mundo dos blogs em agosto de 2004 tinha mais interesse numa rede de blogs do que em comunicação e debate isolado. Neste sentido é bom ir experimentando e seguindo adiante.

Voltando, à proposta, vou agir como Jack, por partes:
1) Prefiro o título de Rede de blogs de Campos, ou simplesmente Rede de blogs. A resistência está implícita nos motivos da sua formação: abandono, sugestões, etc.;
2) Também interessante a fixação do dia 21 no calendário. Ela facilita os leitores e participantes passivos, digamos assim, a procurar a rede, sempre neste dia para saber o que está rolando em termos desta já consagrada mobilização virtual;
3) Sobre os temas e a sua forma de escolha, apesar de achar um tanto complicada a sua sugestão entendi que a intenção seria a de evitar polarização de temas, visando a ampliação do seu espectro e assim o interesse plural e natural de cada blog ou blogueiro. Neste aspecto, para mim está ok quanto à esta forma de organização.
4) Ainda sobre a escolha dos temas julgo interessante a adoção de temas propositivos, mesmos que intercalados às denúncias. Sendo assim, como fizemos dois Dias do Abandono seguidos e o próximo mês de março é aquele do aniversário de emancipação da cidade, talvez, o patrimônio natural, artístico e cultural fosse o tema a ser ungido (pôxa, da onde veio esta palavra?). Digo, escolhido, mas depois dos critérios de votação e enquêtes do Vitor, porque a democracia e a liberdade para propor, manifestar, discordar, bater, concordar é o barato dos blogs. Se houver concordância com o tema do patrimônio, poderíamos deixar em aberto o interesse do blog tanto para propor, elogiar, questionar, denunciar o abandono como chamar a atenção para suas potencialidades.

O legal, neste caso, seria a idéia de homenagear, aquela, que nos faz usar nosso tempo para tentar melhorá-la com uso deste instrumento.

21 é dia de Rede de blogs em Campos. Esta é a legenda. O sub-título seria o tema escolhido e assim, vamos seguindo em frente.

Tenham certeza que isto vai dar samba enquanto tem gente querendo dar outras coisas.

Por fim, vamos relaxar. Blog tem que ser leve e alegre nas suas denúncias, nas suas propostas e até mesmo quando mostra nossas desgraças. Gosto da idéia de que o humor é a peça chave que aumentará o interesse nesta participação. O humor e a irreverência não se opõem à seriedade do que se fala, apenas torna mais leve o ambiente.

Parabéns, ao Vitor pelo sentido de organização e democracia na organização da rede. Desta forma se pontifica como comandante em chefe, naturalmente, e não por imposição. Não precisa chiar, reclamar por isso, sem coordenador nada segue adiante.

Abraços a todos da rede, no desejo que ela cresça e se diversifique.

Campos merece um espaço de debates mais democrático.

Roberto Moraes

Anônimo disse...

Olá Vítor
A idéia é bacana, a forma de escolha de um tema me parece democrática, assim com o dia 21 de cada mês. Rede de Blogs é mais interessante, pois resistência daria impressão de que queremos questionar tudo, e não é bem assim
A intenção é mostrar o que está errado em Campos.
Um abaraço

blogdomarcio disse...

Olá Vítor
A idéia é bacana, a forma de escolha de um tema me parece democrática, assim com o dia 21 de cada mês. Rede de Blogs é mais interessante, pois resistência daria impressão de que queremos questionar tudo, e não é bem assim
A intenção é mostrar o que está errado em Campos.
Um abaraço

Álvaro Marcos Teles disse...

Vitor, quanto a formação "oficial" da rede, acho muito interessante. O nome REDE BLOG também é legal. Mas essa questão de dividir os blogs por ordem alfabética e os cinco primeiros apresentarem suas idéias de temas em enquete considero meio complicada de ser posta em prática. Me parece que pode minar um pouco o interesse de quem não estiver participando da enquete ou, até, daqueles cujo tema sugerido não venceu a votação. Que tal, neste aspecto, deixar a coisa como está? Ou seja: com liberdade de temas e abordagens?

LUIZ FELIPE MUNIZ disse...

Pessoal, estamos indo bem.

Tb concordo que a Rede pode ser mais do que resistência...uma rede de idéias...uma rede de dúvidas...uma rede de humor...uma rede de cidadania...uma rede virtual...uma rede não só de blog's...uma rede de pessoas...uma rede de contatos...uma rede de conexões...uma rede de mãos...uma rede de transparência...uma rede XXI...uma REDE...???!!

Ricardo André Vasconcelos disse...

Contem comigo, quanto às regras, acho que quanto menos burocracia melhor.

Vitor Menezes disse...

... Bom, sugiro o seguinte então: vamos seguir conversando mais alguns dias, para amadurecer a idéia. Enquanto isso, coloco uma enquête aí do lado com os nomes que apareceram até agora para a rede de blogs, ok?

Vamo que vamo...

Xacal disse...

Caros amigos,

Concordo quanto ao nome, na verdade o tema resistência é um "cacoete" da época de militância...Mas também fazia sentido, se lembrarmos a motivação maior que nos uniu...Resitência a apatia, ao abandono, a canalhice institucionalizada, etc,etc.
Lógigo, esse nome reduz um bocado as possibilidades, mas vou ser "xatal" e lembrar novamente, não esgotamos, nem arranhamos ainda o status quo...Não dá para diluir a mistura, porque senão o veneno vira remédio...

E para quem acha que é possível alguma interlocução com essa "tchurma", basta ver a reação deles...O objetivo é contrapor esse modelo que "apodrece" a olhos vistos, e se "maquia" para ficar de "cara nova"

Democracia é para quem acredita nela...Nazistas não podem concorrer a eleições...

A TRolha permanecerá divulgando e repercutindo a iniciativa de vocês, mas eu prefiro um caminho mais "hardcore"...é como aquela fábula do sapo e do escorpião...é da nossa natureza...

Alguém tem que fazer o papel de desajustado nesse embate...pois, bem é o meu preferido...

Parafraseando Descartes: Duvido, logo existo...

Portanto a idéia de questionar tudo não deve nos assustar quando temos um cenário como o de Campos dos G. Não há transição lenta e gradual, bem comportada com um Governo como esse...

Xacal...guerrilheiro virtual.

LUIZ FELIPE MUNIZ disse...

Parabéns, guerrilheiro virtual!

Bela defesa!

Nos escombros da ruína os sobreviventes não tem uma idéia mto clara do poder...da democracia...dos papéis...da verdade...da falsidade...da história...

...continuemos no front...o certo, porém, é que na política do possível também mora o horror da acomodação!

...mas me desculpe a franqueza: quem é vc “xacal”?

Tudo bem, fique frio! Vamos em frente!

Desconsidere, é apenas a minha resistência com os super-heróis!!

Xacal disse...

Caro Don Felipe,

Xacal é um pouco de todo mundo...esquizofrênico como a nossa geração, mergulhada em estímulos incessantes e sufocantes, que ao invés de informar, deformam e deturpam...pois são apenas estímulos, sem propósito algum...Xacal, como diria Tom Zé, é um plagicombinador, um andróide com defeito de fabricação que jura ser humano...

Santa confusão Batxacal...

Aucilene disse...

Oi, Vitor!

Acho a idéia bacana e tem meu modesto apoio. Concordo com Ricardinho, porque sou avessa a burocracia (já me basta as que não posso evitar).
Quanto às sugestões de nomes... vou lá votar. rs!

beijo

Xacal disse...

Don Vitto,

O blog do ricardo andré traz uma foto do telegiz e do próprio autor, Senador Irajá...

Afinal podemos considerar o telegiz um "pai" dos blogs...

Por que não Rede Telegiz do Irajá...ou qualquer outra variação que homenageie essa figuraça...

Jules Rimet disse...

concordado e aderido.

Flávio Mussa Tavares disse...

Já postei sobre OS NOVOS RICOS DE CAMPOS, NOUVEAUX RICHES da PLANÍCIE.
Espero que todos participem!
http://novoceuenovaterra.blogspot.com/2008/09/nouveau-riche-que-bicho-esse.html

Angeline disse...

Olá Vitor,
COmo tem acompanhando, estou tentando implantar ou melhor plantar essa semente na blogosfera miracemense. Talvez até nos introduzamos na Rede Blog Campista, não sei... ainda.
Gostaria de um artigo seu, para estimular a galera, contando sobre como surgiu a Rede Blog, quais os resultados alcançados, para estimular a nossa galera, ainda iniciante e com número pequeno de blogs.
O que acha?

Ekklesia disse...

Que bom que não li isto a mais tempo. Que bom que foi hoje: Dia 5 de fevereiro de 2010.

Incrível... incrível... incrível...

OLha a palavrinha: "rerre".

Mas eu digo: NÃO ERRE MAIS.

Ekklesia disse...

E viva a democracia?

users online