sexta-feira, setembro 25, 2009

[direto do colaboraurgente@gmail.com]

Loucos somos nós

Acontece neste sábado, 26, o lançamento da campanha "Loucos Somos Nós". "Além do recolhimento de doações (material de limpeza, higiene pessoal e roupas usadas), [a campanha] prevê ações com arte cultura e lazer voltadas para os pacientes do referido hospital [João Viana], constituindo assim um projeto Social permanente da Associação de Arte e Cultura Esporte e Lazer Nação Goytacá. As doações serão entregues diretamente ao Hospital em horários e dias que divulgaremos brevemente", explica o multi-tudo Artur Gomes.

A programação do lançamento, na Tabena Dom Tutty, inclui:

19h – Furdunço Etílico-Jornalístico – Semana da Imprensa AIC
20h – Lançamento da Campanha Loucos Somos Nós
22h - volta da banda Avyadores doBrazyl+ Reubes Pess + Humor + Eixo Nacional + RockBlues Poesia + Graffiti & Outros Baratos Afins

Pré-sal na Alerj

A Comissão de Minas e Energia da ALERJ (Assembleia Legislativa do Estado do Rio), presidida pelo deputado macaense Glauco Lopes (PSDB), convida para o seminário "O Rio de Janeiro e o Pré-Sal – Impactos do novo marco regulatório no desenvolvimento do Estado", que será realizado em conjunto com o Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Estado do Rio de Janeiro no dia 28 de setembro, às 9h30, no Plenário Barbosa Lima Sobrinho do Palácio Tiradentes.

Elisa Lucinda no Sesi Campos

A peça "Parem de falar mal da rotina", com a atriz Elisa Lucinda, está em cartaz hoje no Teatro do Sesi Campos, às 20h. A capacidade é limitada a 200 espectadores e os ingressos custam R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia – sócio do Sesi clube, estudante e idosos).


Blogosfera

Fernando Lobo divulga seu blog: http://flobojr.blogspot.com/

Censura nunca mais

A leitora Jane Pinto Soares envia o seguinte comentário:

"Visitei o seu blog e vi uma figura com a seguinte frase:"CENSURA NUNCA MAIS".Eu,Jane,particulamente acredito q vivemos uma ditadura camuflada,num paísonde quem leva mais vantagem são os políticos e ai de quem falar qualquer coisa.Eles perseguem as pessoas de outra forma tb.tortura pscológica,silenciosa...sinto um nojo tão grande de político q não posso nem ouvir falar neles.O povo prefere viver segregado até pq no sistema capitalista quem era rico ficou mais rico.Quem era pobre ficou mais pobre e as pessoas se acomodaram a uma situação de serem compradas por vantagens de todo o tipo e a qualquer preço.As pessoas,infelizmente pensam de forma individual e não como um todo.Eu,não quero viver a custa de cheque cidadão.passagem e comida em restaurante popular.Eu quero um salário digno,uma vida digna para todos pq não posso aceitar a desigualdade social,mas no país onde só se trata bem:político,estrangeiros;por causa dos dólares e euros e "artistas" de tv,não acredito em mudançajá que o interesse individual prevalece.Um país só consegue mudar quando existe uma corrente e todos com os mesmos objetivos,por isso e mt mais sinto vergonha de quem sou."

[Ajude a fazer o urgente: colaboraurgente@gmail.com]

3 comentários:

Rosângela disse...

Querida Jane,

Desde que o mundo é mundo é isso aí.A ditadura acontece em todos os sentidos. Expressar-se e tentar provar que sofremos perseguição e tortura psicológica, é coisa mais difícil do mundo. E quanto mais alto o nível dos que perseguem mais difícil prová-lo. Tentei de toda forma escrever sobre perseguição gratuita a cristão, mas só consegui aqui nos blogs. E olha, o que não consegui através de uma tese mesmo, de mestrado, quase não consigo aqui também.

Sabe, temos que pedir ajuda a Deus e buscar os caminhos da paz. Não podemos fazer o mesmo jogo dos que oprimem. E tem outra, não podemos ir na onda de qualquer um, pois raíz de amrgura é fogo. Um fala mal aqui outro ouve e aumenta, outro aumenta mais ainda e no fim das contas a coisa vai contaminando e na verdade, não era nada daquilo. Temos que aprender a fazer a diferença. Mas não podemos fazê-lo com amargura.

O que acontece no Brasil acontece nos Estados, acontece nos municípios, acontece nos bairros, acontece nas famílias, acontece dentro do coração das pessoas.

Como a gente pode falar em justiça, em "pensar no outro", se o "mundo" nos prepara para competir o tempo todo, o "mundo" nos preparara para oprimir, o "mundo" nos prepara para passar a perna no outro e, muitas vezes, nem tão sutilmente.

Se cada um fizer a parte que lhe cabe, de pouco a pouco a coisa vai contaminando de justiça, verdade, integridade e humildade.
Não se envergonhe de quem é. Você, pelo que escreve, não faz parte do tipo de pessoas pelas quais se envergonha.
E olha... pelo que a Palavra de Deus diz, a coisa tende a piorar. O mundo sem Deus é um mundo caótico. Realmente, um país pode mudar, mas não é preciso que todos tenham os mesmos objetivos( isso é impossivel). É preciso que os objetivos todos sejam verdadeiros, íntegros e humildes. Já pensou todos numa corrente só com os mesmos objetivos mas cheios de ORGULHO, MENTIRA E FALTA DE INTEGRIDADE? Já pensou, Jane? Vamos nos juntar a esta corrente, amada: VERDADE, INTEGRIDADE E HUMILDADE.

Um abraço

Rosângela

Rosângela disse...

Você diz uma coisa e concordo com você:
"Eu,não quero viver a custa de cheque cidadão.passagem e comida em restaurante popular.Eu quero um salário digno,uma vida digna para todos pq não posso aceitar a desigualdade social".

Eu também não quero. Mas olha, amada, Betinho também não queria isso e correu atrás, pois a fome não espera. Só quem anda de ônibus, quem não tem emprego ( mundo capitalista )é que sente todos os dias na pele o sofrimento. O Lula venceu sua campanha dizendo:"Todo brasileiro vai almoçar e jantar todos os dias". Eu me lembro do seu discurso. E o povo que está comendo e andando de ônibus a 1 real aguarda que nós, enquanto eles não morram de fome, façamos a nossa parte na retaguarda.
Ou você acha que é mais fácil dar empregos para todos? de uma hora ara outra?
Enquanto nós "intelectuais" estamos aqui discutindo issomuitos estão nesse momento COMENDO. E isso é muito bom.


Nós, amada, eu e você podemos vir aqui e dizer que não queremos cheque disso e daquilo, mas os que estão recebendo, se não estiverem estarão "morrendo" e sendo menos um para amanhã reivindicar mais dignidade.
Você acha que a culpa é de Lula pessoa?
Voce acha que é assim?
E se não tem "empresário" para dar emprego onde eles estarão? O mundo que nós queremos foi o mundo que Deus preparou para nós vivermos, mas o mundo que está aí não é culpa de político nenhum, é culpa da falta de INTEGRIDADE, VERDADE E HUMILDADE DO SER HUMANO.
Ou ajudamos a construir o homem em seu interior para, como cidadãos dignos e solidários, agirem com justiça, ou estaremos dando murro em ponta de faca e tristes quando as coisas não forem como a gente pensa,ou melhor, como os outros dizem para a gente que é...

Ninguém quer ser insultado mas a cultura usa de palavras de insultos com violência incitando os ânimos uns dos outros. Já viu isso? Em televisão, e teatro... Ora, somos o que ouvimos... somos o que comemos... somos o que vemos ... somos o que sentimos...

Vamos fazer a diferença com alegria e fazer limonadas com os limões.

OLha... diante deste mundo caótico, penso que é melhor um restaurante popular e transporte a 1 real, tá ótimo para começar a justiça.

Já pensou se eu começasse a dizer aqui que não aceito as injustiças nos blogs, nas escolas, ( tenho provas de abusos hein?). E se começasse a colocar um blogueiro contra outro levantando ânimos e caindo na pilhas?

Quando queremos mudança temos que ser os primeiros a mudar.

Vamos? VERDADE. INTEGRIDADE E HUMILDADE.

Rosângela disse...

Vitor, no "colaboraurgente" não pode fazer comentários, não? É "anúncio único"?
Ou você não recebeu meu comentário que foi em duas partes? É que minha net aqui é horrivel. E pode não ter ido.

Obrigada
Rosângela

users online