domingo, abril 19, 2009

Professor do IFF rebate críticas à reitoria

O urgente! recebeu, por e-mail, do professor Hélio Gomes Filho, assessor da reitora e professor do IFF (Instituto Federal Fluminense), texto em resposta a comentário feito pelo também professor Jefferson Manhães Azevedo. Segue, abaixo, a íntegra:

"Prezados leitores do urgente!,

Eu desconfio muito dos debates e assertivas pautados pelo maniqueísmo. Lembra-me a história do bem intencionado, porém desatinado, Dr. Jekyll que ao tentar uma fórmula mágica para erradicar o mal dentro das pessoas, usando a si próprio como cobaia, acaba se autodegenerando e produzindo a simiesca criatura conhecida como Mr. Hyde. Falo da conhecida novela de Robert Stevenson – O Médico e o Monstro.

A nota publicada neste blog, escrita pelo meu ex-aluno e amigo professor Jefferson Azevedo, parece-me um tanto impregnada deste tom maniqueísta que tanto me preocupa.

Do maniqueísmo o amigo passa ao egocentrismo e fala como se nunca tivesse cometido erros à frente de uma das diretorias do antigo Cefet, hoje IFF, por aproximados cinco anos. Não satisfeito, deposita as frustrações de um projeto político pessoal malfadado sobre a reitora, legitimamente eleita, desta instituição.

As afirmações aqui defendidas pelo meu amigo são todas fruto de sua interpretação dos textos legais ou de falas da nossa reitora. Quem vive em comunidade precisa ter lucidez suficiente pra perceber que o mundo não gira no sentido que escolhemos nem o sol nasce por nós. “Os sinos dobram por ti”, mas também por todos.

O professor Jefferson, em rota de descontrole, não percebe que o seu projeto é subalterno quando está em jogo o destino de uma instituição centenária, com cerca de mil servidores e mais de dez mil alunos. A orientação para que não se proceda eleição antes de se ter um Estatuto, um Plano de Desenvolvimento Institucional e um Conselho Superior empossado para conduzir, democraticamente, este processo é do MEC.

Não se pode realizar eleições numa instituição que não tem ainda seus instrumentos normativos e colegiados gestores constituídos. É como se proceder um pleito municipal sem justiça eleitoral organizada. Sobre a afirmação de que só se fará eleição em três anos, é uma leitura que o professor Jefferson faz de uma fala da reitora que eu não reconheço.

Não sei se os leitores do blog sabem, mas quando a Escola Técnica Federal se transformou em Centro Federal de Educação Tecnológica, o seu diretor de então teve o mandato prorrogado por mais dois anos para se proceder todas as transformações institucionais necessárias. Não obstante esta prerrogativa, o professor Roberto Moraes, beneficiado na época com esta prorrogação de mandato, abriu mão de um ano desta ampliação e convocou eleições ao final de cinco anos quando podia ter ficado por seis. Renunciando, inclusive, do seu direito à reeleição.

Esta prorrogação se deu sem nenhuma celeuma, pois na época nenhum dos candidatos a diretor se mostrou tão ansioso quanto meu amigo Jefferson neste momento. Não há a mínima possibilidade da reitora Cibele Monteiro abrir mão da condução democrática do IFF. Esta instituição sempre primou pelo respeito à democracia, entretanto nunca foi dada a aventuras. Faremos eleições como sempre fizemos. Qualquer um poderá pleitear sua candidatura, sobretudo o professor Jefferson. Isso, contudo, será feito no momento certo. Com toda a responsabilidade que a questão merece.

A cruzada em desatino que o meu amigo Jefferson inicia neste momento não é digna do professor lúcido e consequente que conheci há 25 anos e aprendi a admirar.

Seria cômico se não fosse trágico: é a primeira vez que vejo Dr. Jekyll se transformar em Mr. Hyde num cenário de realidade.

E a vida segue imitando a ficção!

Hélio Gomes Filho – Assessor da reitora e professor do IFF."

47 comentários:

Debinha das *I *I de J:) disse...

Eita comentário digno! Parabéns, IFF!Gosto de ver isso... Tudo a ver com o que espero de "Gente que Faz"!

Laís Santana disse...

Ex aliados tornam-se adversários. Nada estranho da política da nossa cidade.Nem o IFF escapou, deve ser carma dessa planície.Como disse o professor Hélio: Seria cômico se não fosse trágico.

Laís Santana disse...

Ex aliados tornam-se adversários. Nada estranho da política da nossa cidade.Nem o IFF escapou, deve ser carma dessa planície.Como disse o professor Hélio: Seria cômico se não fosse trágico.

Anônimo disse...

Interessantíssima e muita lúcida me pareceu as explicações do professor Hélio.

O IFF (Cefet) tem uma importãncia para nossa região muito maior que os seus próprios servidores podem imaginar.

Bom ver que o debate por lá tenha espaço, mas, também é bom que seus dirigentes não lancem a instituição em aventuras.

Que a razão prevaleça para o bem de todos. Eu sabia que o que estava sendo falado aqui não procedia.

O professor Helio com equilíbrio parecido com o da professora Cibele mostrou que o IFF continua no seu rumo.

Anônimo disse...

Acho muito interessante a forma como o Hélio se refere ao professor Jefferson, olha a senhora reitora PRO-TEMPORE já havia dito q o Roberto José ficaria por 3 anos. E se não fosse a pressão dos estudantes o discurso sobre a realização da eleição não sairia. Aliás se não estivessemos enchido a caixa de emails do MEC contando das insanidades e da ditadura que ela estava implementando no IFF talvez realmente o discurso não mudasse.
Nenhuma de suas palavras bonitas me engana como estudante.
Lutarei ao lado dos professores, dos estudantes, do grêmio e dos servidores por eleições o mais rápido possível e não no prazo que a Reitora PRO-TEMPORE deseja!
Abaixo a Ditadura! Queremos Eleição diretas Já! Independente de quem seja o eleito, mas que seja ELEITO! Fora Tecnocratas engravatados, fora ditadires! Abaixo a ditadura da foz fina e do batom!

Jéssica Carvalho disse...

Aproveitando a deixa. Professor Hélio o vc sabe me dizer quando será instalada a reitoria em novo local?
Pq nós estudantes já sabemos que o MEC disponibilizou 20 mil reais para isso...
O que será que está sendo feito com essa verba...

Anônimo disse...

OQ VEMOS NESSA SITUAÇÃO?
A POLITICA SE INFILTRANDO EM INSTITUIÇÕES SÉRIAS,AONDE ESSA CIDADE VAI PARAR?!
SINCERAMENTE,O NOSSO CEFET NÃO MERECE ISSO...

José Mayrink disse...

Alguém me explica como se instala uma reitoria com 20 mil reais?

Com 20 mil reais eu não instalo nem a rede de esgoto do meu banheiro!

Anônimo disse...

O MEC disponibilizou R$20.000,00 para a implantação da Reitoria???
Com tal quantia poderá ser feito muita coisa como por exemplo.... Afinal uma fortuna deste tamanho......

Anônimo disse...

Ate onde eu sei era pra eles arrumarem um lugar alugado, mas ainda não sabemos o que resolveram nem o q vão fazer com o dinheiro!

Carlos Arthur disse...

Ah, só pra ressaltar são 20 mil reais mensais, para a Reitora PRO-TEMPORE alugar um lugar e sair do IFF campus-centro...

Henrique Souza futuro engenheiro disse...

Professor Helio, o senhor estava com tanta pressa de rebater o comentário do Jefferson (para não falhar em sua missão) que parece que não leu ele direito. O professor Jefferson em seu texto defende que sejam feitas eleições dentro do prazo, ou seja, a partir de 30 de junho.
Convido o senhor a ler novamente o texto pra que não tire conclusões precipitadas.
Outra coisa pelo que sei o senhor estava e ouviu muito bem, a não ser que tenha amnésia que a reitora PRO-TEMPORE disse q demoraria 3 anos pra ter eleição.
E como é fato notório em várias reuñiões a mesma afirmou que realizaria eelições apenas quando fosse "oportuno". Até alegar que o IFF está em comemoração de seu centenário e que isso invializaria foi dito...
Os argumentos estão se acabando... E agora?

sagaz disse...

Só não entendo o por quê de tanta gente defender assim as indicações por portaria... A direção geral do campus Campos-Centro era pra ser escolhida por eleições diretas, não por portarias obscuras, assim como os conselhor deliberativos. A reitoria usa o período de transição de CEFET pra IFF pra fortalecer politicamente seus aliados, dando poderes a quem lhe convém e assim provocando insatisfação na comunidade acadêmica que só se prejudica com isso.

Anônimo disse...

Mais uma vez o urgente dando espaço para democracia. Parabens! Ah sem falar do texto que, por sinal, foi muito bem escrito e com uma analogia digna de elogios. O garbo e o humor um tanto quanto ácido do texto traz de volta as discusões de alto nível. Uma instituição como IFF não pode ser alvo de picuinhas e discusões que tem como plano de fundo vaidades, sobretudo em respeito aos alunos. Mas o direito a resposta é fundamental para o estabelciemnto da livre expressão e da imparcilidade.

Andréa Cardoso disse...

Como estudante, pra mim a Democracia se faz com coerência, atos dignos, ação e não com esse blá blá blá recheado de palavras bonitas. Se a reitora é partidaria da democracia venha a público, explique a situação, mostre a cara! É o que se espera de uma reitora que não teme as circunstâncias, se realmente quer o melhor.
Como estudante do IFF que votou na Cibele nas últimas eleições, fico profundamente triste com essa situação. Esperava outra postura!
Afinal nosso movimento por eleições é algo digno! Nós estudantes não somos massa de manobra,pelo contrário, nos reunimos e tomamos nossas decisões, INDEPENDENTEMENTE! Pensamos no melhor para o IFF e sabemos que a democarcia é sempre o melhor, porque traz legitimidade as ações.
As candidaturas td mundo sabe que se controem após o "start" do processo eleitoral e não vamos aceitar a desqualificação de nosso movimento!
Sempre ouvi em outras instituíções que o iff era um modelo de democracia!
O que nós como estudantes defendemos é o cumprimento da legislação, marcação da eleição já!A definição da data mesmo que seja no prazo então a partir de 30 de junho. Chega dessa briga pelos blogs! Só queremos que a eleição seja marcada. E claro queria muito que a Cibele explicasse td pra gente, pra td mundo do iff. Assim ia acabar com toda essa briga por posts do blog. Já que todos sairiam esclarecidos inclusive eu.

Pedro Degli disse...

Concordo com a Andrea, aomo aluno acho q ta mt feio essas notas de esclarecimento por blog, o melhor seria uma assembleia, resolvia td e lavava a roupa suja em casa!
Tá feio pro IFF essa coisa td, o que vão pensar da instituição?
Não somos tão democráticos? Vamos agir na democracia a fim de resolver todos os problemas internos com dignidade, com respeito a toda a comunidade do IFF, marcando as eleições já, para depois de 30 de junho, dentro da legalidade!
Não somos manipulados!
Somos legalistas e partidários da democarcia em qual quer lugar!

Frederico Aquino disse...

"A partir de então, 30 de junho de 2009, deverão ocorrer os processos eleitorais em atendimento à Lei. O Instituto Federal de Goiás já elegeu o Reitor com os novos parâmetros da Lei 11.892 em março deste ano..."

Hélio Gomes Filho disse...

Meus prezados,
Gostaria de esclarecer a questão dos R$ 20 mil que a aluna Jéssica levanta e que suscitou polêmica.
Em primeiro lugar não é preciso instalar uma reitoria fora de um dos campi (unidades) do IFF.
O valor que o Mec disponibilizou é para Institutos Federais que não têm como instalar uma reitoria em um imóvel de sua propriedade.
Neste caso o Mec libera um valor (teto), de até R$ 20 mil mensais, para aluguel de um imóvel onde será instalada a reitoria enquanto se constrói um espaço definitivo.
No nosso caso, Jéssica, o Mec ainda não liberou nenhum valor, pois nós ainda estamos procurando um imóvel que seja próximo do campus Campos Centro. O Mec só irá liberar os R$ 20 mil mensais assim que nós tivermos um contrato de aluguel para esse fim. Poderá, inclusive, ser menos de 20 mil reais, desde que consigamos alugar um imóvel abaixo deste valor.
Jéssica, quando você tiver alguma dúvida sobre qualquer questão do IFF não precisa conversar com a gente através de um blog. Estamos de portas abertas no gabinete da reitora para prestar esclarecimentos a qualquer pessoa. Pode ser servidor, aluno ou da comunidade. É nossa obrigação! Somos pagos pra isso e o fazemos com satisfação.
Falo em nome da reitora e de todos os demais dirigentes do IFF.
Um abraço a todos,
Hélio.

Regina Palhares disse...

Não podemos esquecer de citar que a reitora é PRO TEMPORE, e que foi eleita diretora, não reitora, a reitoria caiu no colo...

Brain Dead... O Abominável! disse...

NOITE DO VINIL: REGGAE

IMAGEM:

http://img379.imageshack.us/img379/1773/noitedovinil.jpg

Débora das *I *I de J:) disse...

Gente... quando eu pensei que o debate ia começar... numa boa...

Para Karl Marx alienação "é o processo pelo qual os atos de uma pessoa são governados por outros e se transformam em uma força estranha colocada em posição superior e contrária a quem a produziu."

Atenção, IFF ( CEFET). Ouça Marx hein? Cuidado! Não se deixe alienar por forças estranhas de outros que querem suplantar o que o CEFET produziu.

Claro que Eleição direta é legítimo, e deverá ter. Mas quem continua a insistir na tecla depois deste esclarecimento do professor, só tá querendo mesmo é ...
Continue...

Débora das *I *I de J:) disse...

Anônimo das 21 e 28, se você é tão convicto de suas (o)posições, por que não se declara? Esse negócio de dizer que o anonimato é para se preservar... Temos que ter a coragem de morrer pelo que queremos para a Cidade. Se não temos coragem de morrer pela cidade e ficamos neste anonimato covarde para trazer palavras como se fossem várias pessoas para encher os comentários ( acontece demais isso por aqui... acho tão engraçado) não deveríamos também ter a cara de pau de nos apresentar anonimamente só para trazer confusão. Acirrar ânimos...como se isso fosse ato político.

Já disse: Sou a favor do voto direto. Mas com consciência e não debaixo desta "sangria desatada".

Anônimo disse...

Cara Jéssica,

Tem certeza que ouviu da própria reitora que o novo diretor ficaria 3 anos no cargo??? Como pesquisadora vc deveria saber que só devemos afirmar algo que temos como provar. Antes de afirmarmos algo, devemos averiguar e confirmar com as fontes. Ter simpatia por alguém não significa que tudo que esta pessoas diz é a mais absoluta verdade... Respeito sua opinião, mas é preciso ter insenção para não servirmos de arautos de interesses de outrem ou, o que é ainda pior, colocarmos nossa credibilidade em jogo. Conselho: procure ouvir todos os envolvidos antes de emitir opiniões.

Hugo Prates, ex-aluno disse...

Todos que falam contra a reitoria, estão sendo guiados pelo sindicato dos servidores do IFF e esse sindicato por sua vez, sendo guiado pelo PSTU. Dizer que numa instituição em que os alunos tem total liberdade de reividicação (como no caso do micródromo e da merenda, enre outros)existe um ditadura por parte da reitoria, é um absurdo infinito, esses que vomitam essas asneiras, não conhecem um terço do IFF, ignoram todas as mudanças e avanços conquistados pelo grupo, que comanda a instituição a 15 anos, mudanças que são simples de ver, é só olhar para escola, mudanças físicas e de gestão.
Quanto aos R$20.000 que tanto falam, se ele existe e ainda não foi usado, com certeza está guardado, e não sendo investido em campanhas mentirosas e invalidas, pq é isso q o sindicato sempre fez. Quero que indiquem apenas um problemas ligado a verba nesses 15 anos e se indicarem que provem.

Hugo Prates, ex-aluno

Débora das *I *I de J:) disse...

É isso aí, Hugo!Muito bem colocado. Vamos respeitar esta Instituição que só trouxe o bem a Campos!
Muitos pensam que "ato político" é "ir contra" com ironias, levantando dúvidas quanto à moral de pessoas e instituições". Isto não é ato político.

Claudio Augusto disse...

Professor Helio se o gabinete está tão aberto a comunidade pq não marca uma assembléia com todos para poder explicar?
Seria o ideal, não acha?

Jéssica Carvalho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ives Santana disse...

Hugo ta ganhando quanto pra defender esse povo? Promessa de portaria obscura?

Adriano Queiroz futuro arquiteto disse...

Andrea, muito lúcida sua colocação! Tb acho que se a Cibele viesse a público explicar a td a comunidade acadêmica as coisas se resolveriam! Até pq tudo o que nós estudantes queremos é que a eleição seja marcada, e não que seja dito que será no tempo que desejarem...
Marcação da Eleição já!

Jéssica Carvalho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Amanhã é outro dia...

Anônimo disse...

Lamentável a comparação do Prof. Helio. Ela denota o "respeito" que a turma da reitoria, a mesma que quando oposição tinha o jornal A Tocha, tem pelos adversários.

Sempre dispostos a desqualificar pessoalmente os adversários, sob o comando do José Dirceu de 200Kg. Uma política pesada para manutenção do poder, partidarização da instituição e busca de viabilidade político-eleitoral, não é Roberto Moraes????

A utilização nefasta do espaço para promover o PT e garantir, talvez, nacos de poder municipal é hedionda sob o ponto de vista da política educacional.

Por fim, não me identificarei pois não quero ser a próxima vítima da desqualificação pessoal, tal e qual fizeram com a Professora Guiomar Valdez, quando candidata, onde fizeram pesquisas no SPC/SERASA para desqualificá-la enquanto candidata. É prática comum da turma da reitoria.

O apreço à democracia dessa turma só existe quando seus cargos e projetos político-partidários não estão em jogo.

Infelizmente para a centenária instituição ...

Jéssica Carvalho disse...

Estou chocada com o que acabei de saber que fizeram com a professora Guiomar. Realmente essa turma é do pior que existe.
Como estudante estou cada vez mais enojado dessa turma...

Anônimo disse...

É com profundo pesar que assisto a tudo isso. Sou professora aposentada da Instituição e estou sabendo por alto do que está acontecendo. Logo no ano dos 100 anos da minha Escola.Façam o favor. Respeitem os que amam isso aí. Tenho 63 anos ,vivi boa parte do tempo aí dentro. Agora, não teria mais condições de viver uma briga tão desordenada dos opostos. Os aposentados podem e devem intervir , pedindo RESPEITO.

Débora das *I *I de J:) disse...

Anarquia! Isso sim.

Anônimo disse...

O IFF (Cefet) está muito acima do que algumas pessoas aqui estão querendo parecer.

Estou sabendo de muitos bons projetos em andamento. Muitos alunos e ex-alunos se colocando no mercado de trabalho, parcerias diversas em andamento e aí aparece gente querendo vantagens pessoais atirando no trabalho sereno, mas firme da professora Cibele que ainda tem três anos de mandato como reitora.

O resto é conversa para boi dormir. Tenham a paciência. Conversa de grupelhos.

Andrea Cardoso disse...

Respeito a escola. Não respeito a falta de democracia! Só queremos que as eleições sejam marcadas é pedir demais?

Anônimo disse...

Gostaria que o Prof. Hélio explicasse também a situação da Unidade Macaé do IFF. Lá já havia regras eleitorais e Conselhos, sendo o Regimento da Unidade um projeto coletivo aprovado pela Direção do CEFET e Conselhos da época. Tal regimento previa eleições para julho passado, mas a Diretora do CEFET as cancelou, nomeando um "interventor". Será que há realmente exagero e ansiedade ou tal desconfiança em relação ao pleito em Campos se sustentam pelos antecedentes autoritários praticados.

Andrea Cardoso disse...

É complicado td isso. Continuo afirmando se fosse marcada uma ssembléia com toda a comunidade as dúvidas acabariam...
MAs parece que o povo tem medo... e fica assim conversando por comentários e posts em blog. Que coisa feia esperava mais da diretora que elegi... e que agora é reitora PRO TEMPORE...

Anônimo disse...

Na realidade esse povo esta querendo se perpetuar dentro do IFF. Esse Hélio é um baba-ovo do caramba e esta querendo perder a boquinha.

Como disse a Andrea, eu acho que é nao pedir demais eleições para Diretor!

química disse...

Cibelle estava esperando uma manifestação do Grêmio para falar em eleição. Que coisa feia!

Dá nojo isso... estou com vergonha de estudar no cefet.

Anônimo disse...

ATENÇÃO: Informo que toda a equipe gestora do Campus Macaé pediu exoneração de seus cargos por discordarem do novo cancelamento das Eleições Diretas naquele Campus, pela Reitoria. Pediram exoneração o Diretor Geral, o Gerente de Ensino e a Assessora da Direção.

Andrea Cardoso disse...

É muito bom isso... Mostra a posição de quem presa pela coerência. Aliás a carta que eles enviaram por email ao Eliezer é muito boa...
A luta continua...

Anônimo disse...

Estou sabendo que andam querendo o sangue de uma aluna do IFF. Pena que ela não tem rabo preso... Ai não tem como controlar, nem ameaçar...
Viva o mérito acadêmico, nada como não depender de clientelismo, nem de portarias obscuras...

Anônimo disse...

Quantas asneiras e mentiras. O IFF (Cefet) apesar de alguns destes que mentem e iludem em interesses próprios, continua sua caminhada, cada vez mais fortalecido.

Se enganam aqueles que imaginam que a maioria da comunidade vai embarcar em aventuras.

Agusto futuro engenheiro disse...

Seria bom que ao menos o destino da Instiuiíção seja decidido nas urnas e não por portarias. Era o mínimo que gostaria de ver, a minha escola que tanto amo, escolhendo, elegendo buscando uma gestão realmente democrática e participativa, não essa farsa...
Não se iludam colegas estudantes, convivemos com um grupo que desde de a década de 80 é avesso a eleições, em outras ocasiões até oferencendo cargos e Fundações...
Sempre buscando um jeitinho e agora infelizmente parece não ser diferente...

Anônimo disse...

hummm Será que está tão no rumo assim? O Brasil, o MEC, Brasilia... todos sabem e já estão vendo o IFF como instituição problemática... Até em Alagoas um professor em um evento já sabia do que se passava em Campos...
Inclusive da ousadia de uma certa figura de propor em reunião, juntamente com São PAulo que o MEC
acatasse uma proposta obscura de que as direções passassem a ser nomeadas... Quanta insegurança.
Espero mesmo que saibam o que estão fazendo, pra não mancharem a escola no seu centenário com a falta de democracia...
Marquem a data para depois de 30 de junho... Ou estão com medo??? Insegurança???

users online