terça-feira, novembro 09, 2010

Secom de Campos deveria aprender com a ABr

A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Campos deveria aprender com a Agência Brasil a fazer isso aqui. É tão simples, mas parece impossível para alguns. Até hoje aguardo retificação, que provavelmente nunca virá, sobre informações supostamente erradas que deram sobre o valor das obras do Canal Campos-Macaé [lembre o caso aqui].

A propósito, esta não é a única lição que a Secom de Campos (e tantas e tantas outras) deveria aprender com a ABr. A noção de comunicação como serviço público de promoção da cidadania (e não do governante) é algo que passa longe das cabeças prefeituranas.

3 comentários:

PRS disse...

Caro jornalista,

Isso só acontece pq o quadro de jornalistas da Secom, em quase sua totalidade, é formado por D.A.S. (a maior parte dos profissionais que lá atuam hoje ou é oriunda do jornal O Diário ou trabalha(ou) em algum órgão que apoiou a ex-prefeita durante a campanha eleitoral). Apesar de não residir mais em Campos, tive conhecimento que há tb um bom número de profissionais da Secom que foram contratados como prestadores de serviço, via uma agência de publicidade que presta serviços àquela secretaria.
Por isso entende-se pq nunca houve interesse da prefeitura em promover concurso público para jornalista da Secom. É melhor pra ela ter em seus quadros jornalistas-marqueteiros (que falem sempre bem do governo e nunca admitam seus erros) do que profissionais efetivos. Aliás, são poucos hoje os jornalistas efetivos da prefeitura. Alguns estão aposentados, vários já faleceram e os pouquíssimos que ainda estão em atividade - mas prestes tb a se aposentar - ou estão esvaziados de suas funções ou estão no vai-da-valsa, já que não têm nenhum tipo de reconhecimento.
Então, caro jornalista, não espere respostas e nenhuma atitude idêntica à da Agência Brasil. São profissionais totalmente distintos.
Saudações à doce terra.

Anônimo disse...

qual é a sua, vitor?

Splanchnizomai abraçando o pirocão disse...

Ai, ai. O anônimo ds 11:25 ficou nervosinho com medo de perder a boca. Boquinha ou bocona depende da fome de cada um.
Qual é a sua, anônimo?
Olha a palavrinha: Anon, de anunciar, de anunciação. As horas estão passando e o futuro chegando. Pense nisso.

users online