terça-feira, novembro 30, 2010

Artigos e crônicas lembram um ano do assassinato do Monitor Campista

Vários coleguinhas atenderam ao chamado da Patrícia Bueno e publicaram artigos para marcar a passagem, em novembro, de um ano do assassinato do Monitor Campista. Confira:

Nunca vou esquecer! - Luísa Ritter


Monitor: uma grande escola - Jô Siqueira

Lembranças de um "menino" - Elton Nunes

No "arraiá" das lembranças - Flávia Ribeiro

Aberto - João Ventura

Saudade, revolta e boas lembranças - Jane Nunes

Ê saudade... - Danielle Brandão

Cada um no seu lugar - Silvana Rust

Ninguém matou o Monitor - Raul Marques

Morte sem autópsia - Walnize Carvalho

A difícil e última edição... - Patrícia Bueno

Guerreiro de papel -  Fátima Nascimento

Queria que não fosse um texto triste - Carla Cardoso

Ainda dói... -  Alicinéia Gama

Um ano de saudades - Mariane Pessanha

Tudo mudou de cor - Nagyla Correa

Túnel do tempo - Hélvio Cordeiro

Ainda não passou... - Cilênio Tavares

Tempo bom! - Valquíria Azevedo

O que a morte do Monitor diz sobre nós - Vitor Menezes

Um comentário:

Álvaro Marcos disse...

O texto do João é "du caralho". Detonou! Dá um doc, com certeza. O roteiro tá prontinho. Parabéns, véio. Arrebentou!

P.S. - Hoje, veja a coincidência, passei por ali. Fiquei procurando o prédio, naquele amontoado de comércio popular. E descobri a loja de calçados antes de ler este post aqui. Tive uma sensação de vazio, de perda, de uma página já virada e sepultada. Lembrei muito do dia da manifestação, ali em frente. Cheguei a trocar de calçada para me posicionar melhor e ter a certeza da recordação. E olha que não trabalhei no Monitor, infelizmente. Só nutria enorme simpatia pelo jornal. Aliás, frase praticamente feita, essa minha. Vida que segue. Com o Monitor, em nossas sensíveis lembranças.

users online