segunda-feira, março 09, 2009

Qualquer semelhança...

"Depois de quase dois meses de trégua e nenhuma reivindicação atendida, jornalistas e gráficos voltam a promover paralisações nos jornais para denunciar que a responsabilidade social e a “concidadania” que os empresários da comunicação tanto apregoam não passam de um discurso inconsistente, pois não é válido para os funcionários destas empresas. Na relação com os empregados, os donos dos jornais ignoram as necessidades básicas para uma família sobreviver, se recusam a oferecer reajustes salariais minimamente dignos e abandonam a mesa de negociação com os trabalhadores em plena campanha salarial."

O texto é da Fenaj, sobre as reivindicações dos jornalistas do Ceará. Íntegra aqui.

2 comentários:

Marcos Valerio disse...

Vitor está ocorrendo algo estranho. Lá no meu feed está aprecendo outra postagem sobre aborto, não estou entendendo. Dê uma olhada! Abraços!

Regina Célia disse...

Sorte que em Campos não tem esse problema nos jornais.

users online