quarta-feira, março 18, 2009

Depois da Prefeitura, MST vai para a Justiça Federal

Foto: Gerson Gomes/Secom PMCG
Release da Prefeitura de Campos informa aqui que a ocupação da sede da administração do município, na manhã de hoje, pelo MST, faz parte de um dia de protestos do movimento para chamar a atenção para os temas ligados à agricultura familiar. Depois de recebidos por secretários municipais no auditório da Prefeitura, o movimento seguirá para a sede da Justiça Federal.

Segundo a Prefeitura, recebem, neste momento, os integrantes do MST os secretários Roberto Henriques (Governo), Paulo Hirano (Saúde), Nelson Daumas (Agricultura) e Auxiliadora Freiras (Educação).

"Há representantes de assentamentos não apenas de Campos, mas de Cardoso Moreira, São Francisco do Itabapoana, São João da Barra e Bom Jesus do Itabapoana", informou o release.

De acordo com a Secom, o secretário de Agricultura, Nelson Daumas, argumentou que a Prefeitura, "apesar de contar com menos de três meses, dá apoio e estrutura a três assentamentos, com suporte de maquinário, em ação que não foi levada ainda a outros núcleos pela ausência do cadastramento necessário dos trabalhadores."

2 comentários:

Amaro disse...

Ao ler os jornais, hoje, chamou-me a atenção, a noticia sobre as ambulâncias que foram “achadas” em um terreno particular. Surgindo dois questionamentos.

1 - O diretor do Ferreira Machado e o chefe de transporte da Secretaria de Saúde, só foram dar falta dos veículos agora, quase três meses após a posse?
2 - Se já tinham dado falta dos veículos, porque não registram queixa do roubo na policia?

Essa história, sendo verdadeira, mostra principalmente a incompetência administrativa dos atuais dirigentes desses dois órgãos municipais.

George Gomes Coutinho disse...

Movimentos sociais como o MST propiciam avanços progressistas em questões petrificadas (vide o problema fundiário brasileiro).

Nestes termos espero que não tenhamos reações truculentas do braço armado do Estado nesta cidade nada acostumada a movimentações populares... Pelo que li no texto tudo correu bem. Estou certo?

Faço votos que sim...

users online