quarta-feira, fevereiro 18, 2009

Entidades se mobilizam contra a violência em Macaé

Representantes de várias entidades e instituições de Macaé se reúnem daqui a pouco, às 18h, no Colégio Estadual Luiz Reid, para discutir o aumento da violência no município. Eles formam o Forum Permanente de Mobilização pela Justiça e Paz.


Também participam do encontro o MC Leonardo (da APA Funk-RJ), a professora de história da UFF, Adriana Facina, e o integrande do Ministério da Justiça, Vinícius Wu.

3 comentários:

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

O orgulho é a raiz de toda violência por causa do egoismo.

Que a Verdade, Humildade e Integridade encham Macaé de VIDA!

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Tive uma idéia aqui. Vou fazer um levantamento desta relação blogueira aqui, e vou levar para o Forum.
Que tal?

Se eu fizer em forma de texto científico, com pesquisa de campo e tudo, hein?
E, olha, não são hipóteses, não. !

MEU DEUS! Quem sabe está na hora de desmascararmos violência entre os seus iguais.
Depois queremos colocar os violentos lá fora na cadeia!!!

Olha, tenho documento aqui para dar um bom debate...

Bem, mas o pior, são os anônimos... Quem vai crer que minha pesquisa é verdadeira?
Isto é o que dá darmos espaço para mentira.
Amanha a vítima pode ser a gente mesmo ou alguem nosso.
Como todos os campistas são "minha gent"e... minha dor é maior.

Mas não desisto.

Avho que vou aparecer por lá... de jumentinha..
Ou vocês pensam que não tenho coragem?
Eu só estou dando um tempo aqui... para er até onde vai dar isto tudo...

As máscaras estão caindo...

ajotage-paraisoperdido disse...

Vejo com muita apreensão o crescimento da violência em Macaé e faço uma pergunta simples mas que não responderá em definitivo aos anseios da população local. A violência, causadora muitas vezes pelo êxodo de grandes cidades, inclusive, as que tem crscimento acima do normal, deve ter por causa, o uso crescente das drogas. O município vizinho de Rio das Ostras, tão calmo e pacato até bem pouco tempo, já se recente desse aproximação e, já começa a ter que se preocupar com essa praga danoso dos dias atuais. Pergunto: E o dinheiro dos royalties não vão para a educação e combate aos usuários e traficantes. O dinheiro não tem ajudado nesse combate ? Ou será que o barulho todo feito pelos royalties por Campos, Macaé, Rio das Ostras, envolvendo os principais executivos municipais, não teem razão de ser e sao puramente eleitoreiros? Vamos ver!

users online