segunda-feira, setembro 29, 2008

A opção por escolher

Muitas das pessoas com as quais convivo me confidenciam que vão anular o voto nas eleições do próximo domingo, e que farão o mesmo em caso de segundo turno. Argumentam que não podem legitimar um sistema baseado em falsas alternativas, que não querem votar no “menos pior”, que preferem fazer do voto nulo um protesto mais contundente contra as mazelas de Campos.

Tem artigo novo na Gaveta. Aqui.

5 comentários:

De Kelby disse...

Em se tratando de Campos não deixa de ser uma alternativa sensata, pena que é uma minoria que tem coragem de votar assim! Mas o absurdo é a obrigatoriedade do voto, isso sim...

Weydder "de far far away" disse...

Mestre Vitor Menezes, de uma olhada neste anuncio que encontrei nos classificados do ''O Diario'' e acabei de postar no meu Blog, vale apena conferir.
Abraços!

link:
http://qiideias.blogspot.com/2008/09/casa-de-poltico-oportunidade-nica-para.html

Josimar disse...

A pessoa que vendeu o voto se omitiu do processo eleitoral. Esse tipo de cidadão não tem o direito de reclamar e nem de cobrar dos governantes. Pra mim a pessoa que vota nulo se equipara a quem vende o voto.

Gervásio Neto disse...

Pôxa Vítor!!!
Assim vc me convence a não anular!!!rsrsrs
grande abraço e mais uma vez parabéns!!!!

Vitor Menezes disse...

Seu Weyder, que coisa! E, seu neto, valeu aí! Abraços!

users online