terça-feira, setembro 30, 2008

Inter TV mantém ritmo de organização do debate

A Inter TV trabalha com a perspectiva de que o debate entre candidatos à Prefeitura de Campos será mesmo realizado nesta quinta-feira. Não há nenhuma determinação em contrário.

A dúvida sobre a realização do programa surgiu após divulgação de nota da TV Globo, na tarde de hoje, cancelando a realização de debates em várias cidades.

Em Campos, a falta de um acordo com o candidato Marcelo Vivório (PRTB), pertencente a um partido que possui representação no Congresso, pode inviabilizar o debate. Pela legislação eleitoral ele tem direito à participação, mas a emissora quer promover o debate apenas com os candidatos Arnaldo Vianna (PDT), Odete Rocha (PCdoB), Paulo Feijó (PSDB) e Rosinha (PMDB).

Em post abaixo, o urgente! ouviu Vivório, que afirmou que não fora consultado pela emissora, não havia feito acordo algum e que quer participar do debate.

O partido da candidata Graciete Santana, o PCB, não possui representação no Congresso.

7 comentários:

fabianoseixas disse...

:) Fiquei surpreso com a moderação nos comentários, mas tudo bem, faz parte da conjuntura atual!
Redatores do urgente, percebi que está faltando na parte das entrevistas com o candidato Marcelo Vivório. Gostaria de saber um pouco do seu programa de govervo!
Um abraço!

Anônimo disse...

Sou eleitor do Arnaldo. Mais devo confessar que tenho notado um desanimo enorme na sua militancia e principalmente nele. Talvez seja: pelos resultados das pesquisas, pelo mau desempenho no debate, pela incerteza cada vez maior da sua candidatura, pela mudança de lado de varios candidatos a vereador, pela não participação explicita do Presidente Lula, etc.
De qualquer forma , não vou desanimar e manterei meu voto. Apesar de achar que nessa vamos perder.

Rodrigo Manhães disse...

Qual a relação da representação no Congresso com a participação nos debates? Em tese, todas as candidaturas legalmente registradas deveriam ter o mesmo tratamento, não?

É profundamente antidemocrático tratamento diferenciado de candidaturas, seja por que motivo for. E, certamente, mais seguro para os operadores do poder, já que blinda o sistema contra eventuais alternativas perigosas. Vai que um dia chove pra cima e um PSTU da vida (vide PT em 89) ou um Unabomber como Enéas consegue reais chances de eleger um presidente? Concorde-se ou não com radicais ideológicos, estamos (ou não?) em uma democracia.

Creio que o sistema político ideal para certos grupos seja o bipartidarismo à americana, que no Brasil poderia se traduzir por um PTzão de um lado e um PSDBzão de outro. Ou seja, total esvaziamento das opções. A atual eleição americana é atípica, porém a diferença entre os dois candidatos é bem mais simbólica que programática.

Assim, vejo esta resistência do candidato Vivório com uma certa satisfação, ainda que a não realização do debate possa favorecer a certos candidatos que não tiveram boa atuação no debate anterior.

Com a onda geral de cancelamentos de debates devido à resistência dos nanicos, alguém duvida que em um futuro próximo haja uma alteraçãozinha na legislação de modo a contornar estes "incômodos"?

Anônimo disse...

Vivório é um pau mandado de Arnaldo viana. No debate foi até elogiado por ele.

Vitor Menezes disse...

Caro Fabiano, o candidato Vivório foi o único que ainda não respondeu à entrevista do urgente!, apesar de insistentes cobranças.

Anônimo disse...

Larga esse cara fora mesmo...oportunista de plantão. Manda ele se candidatar a uma vaga no Zorra Total ou no Show do Tom.

Anônimo disse...

Você quer que esse cara de... tenha programa de governo? Seria exigir demais desse QI de ameba... Tremendo oportunista e interesseiro... Essa é nossa democracia, que permite excrescências com essas, sem conteúdo algum, invada nossa tela ou rádio para pedir um voto para nos governar... É demais para mim ser representado por um cara desses.

users online