domingo, outubro 05, 2008

Vai de números do PMDB ou do PDT?

A chamada apuração paralela das emissoras de rádio local é uma piada. Na verdade, elas estão vinculadas às estruturas montadas pelos partidos, e não vêm de estruturas próprias.

Para citar dois exemplos: na Difusora, os números saem fresquinhos do PMDB. Na Diário FM, os resultados não oficiais são os contabilizados pelo PDT.

A situação é ainda mais non sense com o fato de que o TRE não está divulgando os resultados oficiais dos candidatos Arnaldo Vianna (PDT) e Graciete Santana (PCB), que não tiveram seus registros deferidos.

E para piorar: não há uma opinião jurídica respeitável que possa afirmar com certeza se, nesta situação, Campos terá segundo turno entre Vianna e Rosinha, ou esta será declarada eleita prefeita no primeiro turno.

Não gostaria de estar na pele dos editores das capas de jornais de amanhã.

3 comentários:

Anônimo disse...

Caso Arnaldo realmente esteja fora das eleições - ele que teria votos suficientes para ir ao segundo turno com Rosinha - a única alternativa em respeito à população é que Rosinha fosse para o 2° turno com a Professora Odete, não? Não se pode anular o voto de mais de 30% da população! Muita gente vota em Arnaldo só para se ver livre de Rosinha e vice-versa...
O Urgente não fará uma investigação para saber o que acontecerá caso Arnaldo saia de cena não? E o povo aceitará a vitória de Rosinha, calado, caso isso ocorra?

Michelle disse...

E quem perde com isso é o cidadão campista, que já não sabia antes quem era candidato de fato ou não, e agora continua na mesma!

César Ferreira disse...

Novas eleições. Se a candidatura de Arnaldo for impugnada, a justiça convoca novas eleições e anula essa primeira.

users online