quinta-feira, outubro 30, 2008

CINECLUBE ALTERNATIVO UENF CENSURADO!!

Em nota enviada via e-mail, orkut etc, o pessoal do Cineclube Alternativo Uenf comunica o fim de suas atividades, temporariamente, por cobrança do ECAD.
No Brasil, desde o final dos anos 60, com a Lei 5.536 (de 21/11/68), OS cineclubes ganharam lei específica e com a Resolução nº 30 do Concine (1980), os cineclubes tinham de ser "associações culturais sem fins lucrativos", que aplicassem seus recursos exclusivamente em suas atividades culturais cinematográficas (também definidas na legislação). Portanto, um cineclube deve ter estrutura democrática (não apenas um "dono" decide suas atividades), não deve ter fins lucrativos, e o cineclube tem um compromisso cultural e ético.
Muitas vezes, em Campos também, vemos "coisas" se autodenominarem cineclubes, mas quando na verdade são projetos de exibição de alguns filmes, onde alguém definiu de forma arbitrária uma programação, e o pior, com a intenção de lucrar com o projeto.
O Cineclube Alternativo Uenf era o único em campos com o verdadeiro espírito do movimento cineclubismo, que é na grande maioria das vezes, o único canal de exibição pra vários filmes nacionais que não chegam às telas do cinema que preferem exibir homens aranhas, piratas do caribe, xuxas, didis, e outras coisas do tipo.

Nota do pessoal do Cineclube Alternativo Uenf:
"CINECLUBE ALTERNATIVO UENF CENSURADO!!

DEVIDO A INSISTÊNCIA DO ECAD (ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO DE DIREITOS) FOMOS OBRIGADOS A CANCELAR A ÚLTIMA SESSÃO DO CINECLUEBE. O ECAD É RESPONSÁVEL POR COBRAR DIREITOS AUTORAIS DE MÚSICAS EXIBIDAS EM LOCAIS PÚBLICOS (NO CASO AS TRILHAS SONORAS DOS FILMES) E AMEAÇARAM PROCESSAR A UENF CASO NÃO PAGUEMOS OS DIREITOS AUTORAIS.
QUEM CONHECE O CINECLUBE SABE QUE DESDE 2004 O PROJETO É LEVADO A DIANTE COM EXIBIÇÕES GRATÚITAS E NINGUÉM DA ORGANIZAÇÃO LUCRA OU TEM ALGUM BENEFÍCIO COM AS SESSÕES. NOSSO OBJETIVO SEMPRE FOI DIVULGAR, DISCUTIR E CRIAR UM PÚBLICO CRÍTICO EM RELAÇÃO A SÉTIMA ARTE. TIVEMOS QUE PARAR PARA NÃO PREJUDICAR FUNCIONÁRIOS DA INSTITUIÇÃO, MAS VOLTAREMOS ASSIM QUE CONSEGUIRMOS GARANTIAS JUDICIAIS PARA O NÃO PAGAMENTO DA TAXA DO ECAD, CONSIDERANDO O EVENTO COMO FILANTRÓPICO E DE NATUREZA CULTURAL.

CINEMA É PARA SER VISTO!

PEDIMOS AJUDA A QUEM PUDER COLABORAR PARA O RETORNO DO CINECLUBE.

Contato: cineclubeuenf@hotmail.com"

18 comentários:

Yuri Amaral disse...

Desculpem o linguajar, mas é foda!

Eu faço parte do cineclube da uenf desde 2004 quando um maluco como eu, o Frederico Alvim, me convenceu a criar um espaço democrático para se assistir e discutir cinema na universidade. Comprei a idéia e o projeto seguiu adiante desde então, sempre de forma voluntária com o objetivo de usar a arte cinematográfica como forma de inclusão cultural.
O cine clube evoluiu, ganhou novos adeptos, nova sala de exibição (com melhores equipamentos), ajudou a fortalecer eventos como o ArtPoiese, divulgamos produções de campos, em fim, crescemos. Tanto que uma hora alguém se incomodou.
Quero deixar claro aqui que não se trata de um fim. Pelo contrário, espero que esse fato fortaleça o cineclubismo em campos e na uenf. Agora teremos que nos organizar melhor, nos proteger desses pseudos-defensores da classe artística. Mas o projeto vai voltar!

Aguardem..

Valeu Alexandro, pelo apoio!

Gustavo Alejandro Oviedo disse...

Realmente é ridículo que as exibições devam ser suspensas pela avidez de um órgão que não discrimina o que é manifestação cultural sem fins lucrativos daqueles que não o são.

O meu apoio incondicional pelo retorno do cine-clube.

Anônimo disse...

Bota a cara, Mr. M, clone de Jorge Rocha e candidato a discípulo de Menezes - de quem está e estará sempre a léguas, andando sempre de carona - e colegas. Como jornalista, você não sabe nem escrever: "mas, quando" (faça uma escolha), entre outras asneiras. Dê nome aos bois. Fica falando de desafetos, mas você teve seus continhos de terra plana publicados depois de muito bajular Gondim e Portinho. Basta a todos vocês cineclubistas da FCJOL, poetas de festivais, acadêmicos da ACL, artistas da panela Trianon e contistas aduladores. Espero que o comentário seja publicado!

Alexandro F. disse...

Todo apoio sempre é bem vindo Gustavo.
Ainda em tempo, não tenho tido tempo de aparecer na Vila Maria pras sessões que você tem organizado, mas ainda quero aparecer e trocar algumas idéias...

Anônimo disse...

cara,
verifique com a direção da casa de cultura vila maria, eles vao poder ajudar vcs.

Millena Lízia disse...

Valeu pelo apoio e por criar visibilidade da sacanagem que fizeram com o pessoal do cine clube da uenf e com aqueles que são frequentadores do espaço.

Anônimo disse...

hilário... um anônimo pedindo pro cara mostrar a cara... hahaha
que eu saiba existem (existiam) três atividades - ditas - de cine clube em campos, uma era na uenf (essa q o alexandro fala) a outra era o pseudo zé amado, e agora -recentemente - tem o da vila maria...
acho q o pessoal do zé se incomodou...
hahaha

Yuri Amaral disse...

Ô Anônimo das 12:47, mostra o rabo jacaré.

Poiese, de ArtPoiese, não significa poesia. Vem do latim: poiese = gênese, surgimento... Ex.: Hematopoiese, geração de células sanguíneas.
Até na biblia aparece essa palavra. Eu que sou ateu sei disso.
Inclusive, nunca houve atividade ligada a poesia em nenhuma das edições do Festival ArtPoiese.

Vai estudar!

George Gomes Coutinho disse...

Eis que o Ecad continua fazendo das suas não é?

Como já perguntaram em momentos históricos diferenciados duas figuras como Tim Maia e Lobão: quando que esses burocratas, anexo aí a OMB, fizeram algo pelos músicos brasileiros?

Risível e trágico. Sempre que há alguma tentativa de socialização da cultura esses caras aparecem...

Anônimo disse...

Sou apenas um observador das armações de quem consegue, com facilidade, uma ajudinha do poder público e de quem se acha muito bom mas está nesta cidade (às vezes, tendo até vindo de fora). Se a referência a não entendimento do significado de poeise foi a mim, esclareço que falei de poetas de festivais para incluí-los no balaio dos oportunistas de plantão. Ao lado dos cineclubistas, pseudo-grupos de teatro, acadêmicos, contistas etc.
O termo citado por você é do GREGO, não do latim. E não significa só isso. Além de Ateu você é Analfabeto. Se é que você sabe o que significam esses dois termos. Estudem todos vocês. Talvez assim consigam beijar o calcanhar do Vítor. Espero que o comentário seja publicado.

Anônimo disse...

incrível como as pessoas de campos se sentem ameaçadas por quem vem de fora. Isso é complexo de inferioridade? Como campista, digo que não precisamos disso.
E sr. anônimo 1: está tão incomodado com o quê? O texto diz respeito a você? Você organiza cineclube? Mostra a cara! Qual o medo? as pessoas ridículas segundo você, pode fazer algo contra ti?
Isso tá parecendo recalque...

Anônimo disse...

Nada contra quem é de fora. Mas tem para quem tira onda de ser o máximo, eu perguntaria: Por que, então, estás aqui, na província que tanto desprezas? O anônimo de 12:47 é o mesmo de 12:28 e de agora. Parece, portanto, desnecessário responder o resto. Já disse que apenas observo. Por que o último anônimo escreveu que devo mostrar a cara e escondeu a dele?

Anônimo disse...

A verdade? a verdade é que o cara tá em campos um certo tempo, que não é muito, e já realizou coisa pra caramba... e isso causa inveja, até porque esse pessoal que tá a vida toda aqui em campos e não conseguiram realizar metade do que ele conseguiu...
Eu sou fã dele e não me envegonho disso!
E aproveitando, hoje em dia podemos estar em qualquer lugar do mundo e produzir fora daquele local onde nos encontramos... essa de que estar em campos faz dele um fracassado tá por fora, e outra, não sei da onde tiraram essa dele achar campos provinciana...
Inveja dá infarto eihn!

Bjs
Marluce

Anônimo disse...

Nossa!!! Na última frase da anônima que mostrou a cara, ela deve estar falando de si mesma. Não sei de coisa pra caralho, mas, de qualquer modo, não falei especificamente de ninguém que seria fracassado por estar em Campos. Apenas tentei me explicar. Mas deixa pra lá: a discussão já chegou a um nível muito baixo. Que todos passem bem.

Anônimo disse...

Só para não dizerem que contribuí para baixar o nível da discussão: só usei caralho pensando que estava reproduzindo um termo que você usou (caramba). Desculpe.

Cida disse...

Lamentável..!!

Cara eu sou de Maceió e estou morando aqui temporariamente, na minha cidade tem vários cineclubes e tipo nunca vi algo deste tipo ocorrer... Acho muito estranho, estranho demais...!! isso não existe, concerteza algo tem que se feito, juntar uma galera e divulgar este ato de censura abusurdo... Puts..!! Acho que enviar isso pra várias listas de Discussão do ME Nacional, e percorrer caminhos que façam este abusurdo ser suspenso...

Tou até sem palavras...!!

Yuri Amaral disse...

Maceió? Que massa, sou de lá tmb..

Pois é, pra você ver. Uma cidade que tem tudo a ganhar perdendo por ganância de pessoas mesquinhas. Mas estamos nos articulando e em breve as atividades serão retomadas. Temos recebido muito apoio esses últimos dias.

Agradeço mais uma vez o espaço cedido pelo blog, que possibilitou uma amplificação do caso e, devido a isso, as coisas parecem encaminhar para um final feliz.

Abs!

P.S.: aparentemente 'poiese' é grego msm. obrigado pela correção. de qualquer forma, sou biólogo, não linguista.

Anônimo disse...

Aparentemente? Sem estender a polêmica: biólogo e não lingüista, mas bem arrogante.

users online