quarta-feira, dezembro 31, 2008

Denúncia urgente!


A redação do Urgente! está estarrecida com esta denúncia. Há tempos os funcionários deste veículo de comunicação vêm sofrendo com o assédio amoral e issexual do Sr. Vitor Menezes, esse crápula de cara e careca limpas, detentor de direitos trabalhistas inspirados na cultura canavieira. Mas, não bastasse nos ameaçar com seu papagaio de estimação, que dia-e-noite nos humilha com palavras de baixo calão, o Sr. Vitor Menezes - fingindo-se de férias - está neste momento usufruindo de toda a verba do Fundo Urgente! Enterniment Resort, como comprova a foto ao lado. Um professor como poucos, possuído por uma mente descomunal, mas de escrúpulos devassos como o próprio satanás, o Sr. Vitor Menezes acumulou técnicas malditas nos bastidores da administração municipal e deixou também o Urgente! sem luz, modusque, tivemos de pedir uma tomada emprestada ao Assis para publicar esta denúncia. Tudo meticulosamente planejado! Não sairás impune, maldito Sr. Vitor Menezes! Tu, desgraçado, que já andas de conluio com advogados de igual estirpe para nos penetrar processo por calúnia e difamação! Mas enquanto degustas petiscos sob o suor de seus servos, o Caboclo Cobra Coral prepara a maldição que virá ao terceiro pulo das ondas do Farol de São Thomé.

5 comentários:

César Ferreira disse...

É isso que ele acha bonito, né?!

Jane disse...

Vc está é com ciúmes rsrsrrss, deixa o cara curtir as férias César

César Ferreira disse...

Felipe, sua égua manca! Cadê o crédito da foto???!!!!


Jane, o Vitor não merece férias.

excremento, adubando em amor... disse...

Eitaaa crônica machadiana Salísdica de olhar oblíquo e crítico...

Haja machadada.... Esse Sales... escreveneia ou sacanescreve? kkkk

Um 2009 cheio de criatividade para você.

Pronto, Jules Rimet... Tá calminho agora?
Por falar nisso, espero que tenha melhorado da coluna, ficar dodói nesta época... não dá... Um abraço cheio de saúde para você.

Sérgio Provisano disse...

Denúncias sérias, que devem ser apuradas pela justiça, urgentemente. Há que se apurar a veracidade dos fatos aqui relatados e exigir-se o cumprimento de tudo que está na legislação tanto trabalhista quanto no que tange ao aspecto penal. "Dura Lex, Sede Lex", a Lei é Dura, Mas é a Lei (traduzo para os menos letrados, como o pornógrafo, quer dizer, fotógrafo César Ferreira, que poderia confundir o que estava escrito com coisas inconfessáveis, que habitam o mais profundo âmago do seu ser, sem que haja aqui qualquer alusão à boiolice por parte desse nefasto fotógrafo, longe disso!), o que eu e milhares de cidadãos campistas, almejo é que seja feita justiça. Que os culpados paguem por seus atos delituosos praticados. Chega de impunidade!

users online