terça-feira, março 30, 2010

Bom projeto de praça na Pelinca

O site oficial de Campos informa hoje que estão andando bem as obras de uma pequena praça no cruzamento da rua Primeiro de Maio com Voluntários da Patria, na Pelinca. Pelo projeto original, do governo passado, no local seria feito apenas um prolongamento da rua Primeiro de Maio. A mudança, portanto, foi bem-vinda, para que a cidade ganhe em opções de convivência.

A nova praça terá "ponto forte no paisagismo, diversas espécies de plantas, como mini ipês amarelos, vermelhos e brancos, além de palmeiras ráfis, crista de peru e hibiscos", informa release da Prefeitura.

"O arquiteto que elaborou o projeto, Christian Carvalho, explica que a idéia é trazer o verde para dentro da cidade, tornando a praça um lugar aprazível, onde as pessoas, independente da idade possam desfrutar de um lugar agradável e tranqüilo, mediante o corre-corre de uma cidade grande", continua a matéria da Secom.
 O local contará ainda com playground, em torno do qual haverá um banco sinuoso,  árvores e mesas de jogos com tabuleiros de dama pintados e mais oito bancos. O piso será de blocos de inter-travados nas cores vermelho, azul e amarelo.

[Obras da Praça Primeiro de Maio - Foto: Secom PMCG]

4 comentários:

Anônimo disse...

Acho ótima a iniciativa na Pelinca. Agora, sugiro que quando você tiver um tempinho, dê uma passadinha por algumas ruas do Parque Eldorado e outros bairros da periferia de Guarus. Só não vá em dia de chuva...

Anônimo disse...

Boa notícia tbm é a construção de uma praça do PQ. Esplanada. é um bairro carente que não tem área de lazer decente. O projeto parece ser bonito (pela descrição) e terá uma quadra no lugar do campinho/lixão.

Herval Junior disse...

Que bom! Estávamos precisando mesmo de uma praça com muito verde e com lugar para sentar o traseiro,pois o pouco que Mocaiber fez,digo na "Praça do Canhão",meu Deus!
O que é aquilo?
Nem réptil consegue ficar ali or muito tempo.
O mesmo digo para a nova Praça São Salvador do Arnaldo.

Anônimo disse...

Aposto que irá custar, pelo menos, 3 milhões.

Abç,

Ludmilla.

users online