quinta-feira, outubro 02, 2008

Coletiva mais confunde do que explica

Foto: César Ferreira/Secom PMCG
A Prefeitura de Campos divulgou release que parece mais disposto a confundir do que a explicar a situação dos terceirizados. Em primeiro lugar, diz que a liminar concedida pelo STF (Supremo Tribunal Federal) "permite retorno dos terceirizados".


Depois, o secretário de administração, Carlos Morales (na foto, à esquerda, ao lado do procurador geral, Paulo Rangel de Carvalho), afirma que ainda precisa "analisar detalhadamente a decisão liminar concedida e, só então, tomar todas as providências necessárias e dar continuidade ao desdobramento das ações", ao mesmo tempo em que garante que os 6.099 trabalhadores "passarão, agora, a integrar a folha do município".

Como assim integrar a folha do município? Sem concurso?

O texto ainda anuncia que o prefeito Alexandre Mocaiber fará a convocação dos demitidos nesta sexta, 3. Tudo cheirando, portanto, a espuma eleitoral.

3 comentários:

Josimar disse...

Não entendo o que aconteceu em Campos na semana da eleição:
1- A Secretaria de Educação convoca 200 e poucos professores para tomarem posse;
2 - Sai edital para a realização de 2 concursos públicos municipal;
3 - O supremo retorna os terceirizados poucos dias antes da eleição;
4 - O prefeito Mocaiber inaugurou nas últimas semanas mais obras do em todo seu governo;
5 - Vários setores da prefeitura dispensaram o pessoal nesta semana;
6 - O TSE posterga ao máximo o julgamento do candidato impugnado;
7- A pesquisa, que foi suspensa na semana passada pelo candidato impugnado, é divulgada com como realizada nos dias 29 e 30/09.
É sabido que em condições normais não há como a Rosinha perder a eleição para o Arnaldo. Espera-se que a Justiça Eleitoral cumpra seu dever de fiscalização para que essa eleição não seja fraudada.

Anônimo disse...

Rosinha perderá a eleição para Arnaldo. E isto é fato. Ah, e com ampla margem de diferença para ele.
Pois assim querem as pessoas, que entre um e outro preferem abolir de vez Garotinho.

Anônimo disse...

Eu aposto que se Garotinho tivesse humildade e saisse candidado a prefeito de Campos, botava todo mundo no bolso. Nos debates, no programa eleitoral gratuito, nos comícios...Nos debates, então, que são de uma pobreza de dar dó... nem se fala. Campos precisa aprender a respeitar a maior liderança desta cidade em toda sua história.

users online