domingo, janeiro 25, 2009

ROCK A UM REAL

Com quase cinco horas de atraso, o Campos Rock da Solidariedade teve início, porém não mais gratuito. Um valor simbólico de R$ 1,oo teve que ser cobrado, pois o evento, que objetiva ajudar as vítimas das chuvas na planície goitacá, não conseguiu se livrar das garras do pessoal do ECAD.

Cobrar R$1,00 foi a única solução para que o pessoal da organização não saíssem em completo prejuízo.
Enfim, parabéns para a organização do evento. No fim, valeu o Rock 'n' roll!

10 comentários:

Anônimo disse...

poderia ser pelo menos R$ 1,10. depois esses roqueiros querem criticar os garotinho

Peixoto disse...

tá bom, da próxima vez a gente cobra 99 centavos

Anônimo disse...

O "anônimo" das 11:15 não entende nada nada. Ou é babaca mesmo.

Anônimo disse...

O evênto não tinha conotação política caro anônimo das 11:15, vi mas com uma coincidência o "rock a 1 real".
Bom, no fim valeu o rock como disse o alexandro e a solidariedade. O ECAd não conseguiu estragar o espírito da coisa, mesmo tentando...

Alexandro F. disse...

Isso seu anônimo das 11 e 16 (engraçado isso de ficar respondendo aos anônimos, um post tão simples rsrs)...
Valeu o rock e a solidariedade... e reafirmo, parabéns para a organização do evento.

Anônimo disse...

esses torcedores fanáticos do garotinho f.c. além de megalomaníacos têm mania de perseguição.
uhn uhn nunca vi... conseguem ser piores que a mulambada!

Anônimo disse...

O q serah q esse anom das 11:46 tem? que coisa... deve sonhar acordado com garotinho!o c* não tem a ver c'oas calças.

Anônimo disse...

Estou curioso para saber o número de pessoas presentes e a quantidade arrecadada. Alguém pode me informar?

Peixoto disse...

posso sim: foram quase 500 pessoas presentes, entre seguranças, gente que entrou e não ficou, gente que foi lá tocar, gente que entrou junto com as bandas sem gastar 1 real e gente que foi assitir, namorar, doar alimentos e participar. Pra todo mundo muito obriogado. Pagamos o Ecad, a segurança (que não foi de graça, ams cobrou bem baratinho), as bandas não cobraram cachê mas comeram pão com mortadela e guaraná, todo mundo tocou, cantou e ficou feliz.
Conseguimos juntar mais de uma tonelada de donativos que estão indo para a Secretaria de Promoção Social.

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Peixoto, é isso aí! Valeu e muito. Eu estou desconfiada que esses anônimos e também alguns "de nome", não são campistas, não!!!! Nâo é possível, gente!!!!É muita vontade de ver a Cidade no buraco.
Parecem
"intelectuais enfezados e brigando com tudo e com todos para dizerem que são críticos e sabem das "coisa marxista"!!!"

Ou então precisam se converter. Sim, sair do mal mesmo... e vim para o lado do bem, do bom, do belo, do puro,da luz.
Quem não gosta disso? Ou o mal, o feio, o impuro, a treva, são o melhor?????

Vai numa loja bem cara e veja como são as coisas... E por que será que o pobre não tem essas coisas??? Por que não gosta? Não. Porque há injustiça! Muita injustiça!

E a injustiça começa ali, na fofoquinha, na maldadezinha..., no torcer para dar tudo errado e provar que o que falou era verdade...
Aaaaahhhhhhh mas Campos está esperta, gente!!!
A coisa vai andar. E a CIDADE VAI FICAR LINDA SIM!!!!!!!!

Tenho dito!

Que coisa...

users online